Buscar
  • Psicóloga Maria Aparecida Coelho

Como cuidar da minha saúde mental neste momento de pandemia?

Atualizado: 16 de Set de 2020

Veja algumas dicas para você preservar sua saúde mental, física e emocional e manter-se ativo e pleno



Segundo a declaração da OMS, em maio deste ano, “o impacto da pandemia na saúde mental das pessoas já é extremamente preocupante. O isolamento social, o medo de contágio e a perda de membros da família são agravados pelo sofrimento causado pela

perda de renda e, muitas vezes, de emprego.”


Há um número crescente de pessoas apresentando depressão, ansiedade, insônia, inquietação, pânico, estresse, irritabilidade, nervosismo, aumento do consumo de álcool e outras drogas, alteração do apetite, e isso tem sido motivo de grande preocupação.



Estamos vivendo um momento de incertezas, em que temos a sensação de que estamos perdendo o controle de muitas coisas. É como se nossa vida tivesse dado um giro de 180°.


As incertezas são desencadeadas pela situação da saúde e também pela situação econômica. Sabemos que elas geram medos, angústias, inseguranças e tantos outros sentimentos desagradáveis.


Mais do que nunca, nosso sistema imunológico precisa estar fortalecido e sabemos que ele está intimamente conectado com nossas emoções. Nosso sistema imunológico é alterado quando apresentamos alterações emocionais, então mais do que nunca, este é o momento de procurarmos ficar bem emocionalmente.


Digo aos meus pacientes que o primeiro passo é não se culpar pelo o que está sentindo.


Reconhecer que estamos passando por um momento atípico, que estamos vivendo um

momento de pandemia, e que todos os nossos sofrimentos são legítimos.

O segundo passo é modificar os pensamentos e não se sentir limitado por ele. Sabemos

que as nossas emoções são influenciadas pelos nossos pensamentos e quando conseguimos um padrão de pensamento mais positivo nossas emoções melhoram significativamente.


Posteriormente sugiro a prática de atividades físicas, as quais auxiliam na produção de endorfina. A endorfina ajuda na redução da ansiedade e do estresse, alivia as tensões e traz a sensação de bem estar. Pule corda, corra em sua garagem ou em seu quintal, faça esteira, alongamentos, suba escadas. Já que as academias estão temporariamente fechadas o jeito é ser criativo!


Além dos exercícios físicos é preciso ter uma alimentação equilibrada e a ingestão de pelo menos 2 litros de água durante o dia.


Mantenha uma rotina diária, procure deitar e levantar sempre nos mesmos horários. Invista em sua vida profissional: estude, mantenha-se atualizado e invista em cursos de qualificação. Atualmente há uma grande oferta de cursos online e gratuitos. Prepare-se para o mercado de trabalho. Estude para concursos.


Aproveite seu momento livre para fazer alguma atividade que sempre desejou fazer, mas não tinha tempo para realizar: pintura, artesanato, leitura, cozinhar, organizar suas fotos, jardinagem, etc.


Evite ficar conectado muito tempo com os noticiários sobre a pandemia. Conecte-se mais com as pessoas que você ama, com os seus familiares e amigos.


Muito importante também é o lazer. Que tal cantar, tocar algum instrumento, dançar, jogar com as pessoas que moram com você, realizar um jantar virtual com seus amigos, ver um bom filme, ler aquele romance que você sempre quis ler, mas não tinha tempo?


Por último, recomendo que continue com o acompanhamento com o seu profissional de saúde mental.


Se você não faz nenhum tipo de acompanhamento e não se encontra bem emocionalmente, procure a ajuda de um profissional qualificado. Se não deseja sair de sua casa por conta do momento da pandemia, faça o tratamento psicoterápico pelo meio online. A modalidade online segue os mesmos critérios da terapia presencial, é sigiloso e ético!


E “Um dia, quando olhares para trás, verás que os mais belos dias foram os dias em que tu

lutaste” (Freud).

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo